Mídias sociais versus fake news

As pessoas destinam em média duas horas do seu dia para as mídias sociais, acendendo um sinal de alerta a sociedade sobre as fake news.
Pesquisas recentes afirmam que as fake news e os perfis falsos nas redes sociais estão disseminando informações nocivas à saúde, como o caso de reaparecimento de doenças antes erradicadas nos estados brasileiros, além de preocupar 85% das empresas brasileiras quanto a:

danos à reputação da marca (91% dos entrevistados);
prejuízos à imagem da empresa (77%);
perdas econômico-financeiras (40%);
credibilidade da companhia (40%).

A atenção se faz necessária e cabe a nós como cidadãos, separarmos maneiras de identificar notícias falsas nas redes sociais:

Esteja atento à fonte da notícia;
Atente-se à data da notícia, principalmente mês e ano;
Use as ferramentas de busca: elas são um ótimo meio para descobrir se a notícia é falsa ou não.
Whatsapp é uma plataforma responsável por grande parte das notícias falsas espalhadas na sociedade, verifique se o conteúdo contar apenas com imagem e texto, sem link, antes de acreditar, procure saber de onde ela veio.

Leia mais em: https://news.sap.com/brazil/2018/10/como-promover-o-uso-consciente-das-midias-digitais-e-combater-as-fake-news/

Nenhum comentário ainda.

Leave a Reply